05/04/2012

Censura Na Internet

Felizmente a Europa nem sempre vai atrás dos EUA. O Conselho da Europa defende a proteção da liberdade de expressão e da liberdade de reunião e de associação em relação aos prestadores de serviços de Internet operados privadamente e às plataformas on-line. Ver o link a seguir:


Portanto, a Europa não come da SOPA nem enche a PIPA dos States.

Contudo, a maioria dos internautas, como eu, usam sites de origem americana, como o Google, o Blogger, o Facebook, o Youtube, o Twitter, etc. Há um ou dois anos fechei a conta no Youtube por tirarem da rede dois videos meus, um por uma música de um filme, que poucos conhecem, ter direitos de autor da Sony (pobrezinha, coitada!) e outro por ter cândidas fotos de nús artísticos não explícitos (e muito escondidas pelo Photoshop). Para mim isto foi o cúmulo. Saí do Youtube, mas voltei por ser uma forma prática de pôr vídeos on-line para enviar para outras pessoas por link, já que os File Hosters estão sempre a acabar, sendo preciso mudar tudo para outro.

Os Estados Unidos, tomando estas medidas, estão, umas vezes com moralismos de fachada, mas, a grande parte das vezes, movem-se por motivos económicos, como todos nós sabemos.

Sem comentários: